Páginas

16/03/07

South By Southwest 2007 - Dia #3

Depois de um encontro ao pequeno-almoço num restaurante mexicano com os X-Wife, seguimos para a zona Oeste da cidade, passando por Bowie Street (um sinal divino?), bem longe do centro até à Waterloo Records, a mais importante loja de discos de Austin e uma das melhores lojas de discos em que já estivémos, superando as clássicas lojas londrinas.

Aí assistimos a showcases de The Ponys, Busdriver e do Stroke Albert Hammond Jr., que conseguiu uma reacção espantosa dos compradores de discos.
De volta ao centro, pelas 19.30 no Eternal Club, o inglês Scott Matthews revelou-se, num concerto curto e num registo muito colado ao clã Buckley, ainda muito verde na interacção com o público. Mesmo assim, durante as canções éramos transportados para um plano superior e esse dom é raro.














Da muita música que ouvimos nas duas horas seguintes (Protokoll, Lo-Fi Fnk, Aqualung, I Love You But I've Chosen Darkness, Midnight Movies, The High Dials, Sondre Lerche) nada despertou em nós grande entusiasmo exceptuando The Cinematics, uma banda que tem vindo a fazer as primeiras partes dos Mute Math e que esteve os últimos dois anos à espera da sua hora. Com a intensidade demonstrada em concerto e com a edição do primeiro registo "A Strange Education", talvez essa hora tenha chegado. Talvez.
Destaque para os You Should Go Ahead que conseguiram pôr o Molotov Lounge a dançar entusiasticamente (onde se avistavam os X-Wife e também muitos passes de gente da indústria), quer dentro da sala, quer através da vitrine que dá para a rua. Uma estreia muito feliz para aquela que foi a última participação nacional no SXSW 2007. Que mais lhes sigam o exemplo!














Ao vivo, os Cold War Kids provaram ter uma força muito maior que em disco, destacando-se o som sujo da bateria e a voz principal, num concerto que acabou com uma orgia em cima do palco durante "St. John", com mais de 10 vagabundos em cima do palco a uivar. Aos Architecture In Helsinki coube a tarefa de dar seguimento a este concerto, algo que não está de facto ao alcance dos australianos.
A partir daqui nenhum mau concerto, nenhum tiro em falso: Richard Swift deslumbrou mais uma vez, acompanhado pela mesma banda que já no anterior SXSW tocava com ele e este ano passado na estrada é evidente na elasticidade que as canções mais antigas ganham e o entusiasmo com que são brindadas as novas de "Dressed Up For The Letdown". Brilhante.
Ecos dos The Dears deixaram-nos com muitas expectativas para a noite de sexta-feira, onde têm agendado um concerto mais ou menos secreto... Os Bloc Party, com a precisão que já conhecemos, foram protagonistas da maior enchente do Stubb's e o novo "A Weekend In The City" resulta muito bem em palco.














No entanto, nada nos tinha preparado para aquilo que se seguiu. The Gossip! Beth Ditto provou ontem num Emo's repleto de gente suada que é uma das mulheres mais poderosas a subir a um palco desde... Janis? Aretha? Conseguiram o momento mais arrepiante e a mais histérica ovação de todo o festival com a versão a capella de "Smells Like Teen Spirit" dos Nirvana seguida de imediato por "Standing In The Way Of Control", fechando o concerto já com bastante menos roupa no corpo, num strip-tease que fez História no Texas. Electrizante.
A noite passaria ainda por boas prestações dos Voxtrot, Datarock, Chromeo ou Amy Winehouse mas nessa altura já ninguém conseguia tirar Beth e a sua roupa interior das nossas cabeças...

Hoje, 6ª feira, muitos são os nomes que nos aguçam o apetite:

Andrew Bird / The Blood Arm / The Black Angels / Antibalas / The Polyphonic Spree / Bonde Do Role / Sound Team / Willy Mason / Keren Ann / Cities / The Apples In Stereo / The Walkmen / The Faint / Peaches / Apostle Of Hustle / The Dears / RJD2 / Simian Mobile Disco / Mika / Puppetmastaz / The Pierces / Thurston Moore / Stylofone / Daniel Johnston / Badly Drawn Boy / Perry Farrell's Satellite Party / The Good, The Bad & The Queen / Peter, Bjorn & John / Beach House / Ron Sexsmith
etc, etc...


Sábado continuaremos com intervenções em directo, inseridas num especial SXSW das 13.00 as 17.00 com Pedro Moreira Dias em estúdio.
Pedro & Tiago

14 comentários:

PSYCHO KILLER disse...

so por correcção ao que o pedro moreira dias disse ha poucos minutos no camaleão de imitação: helicopter e hunting for witches não sao do mesmo album, tal como este referiu por engano

mm disse...

bem sei que não tem nada a ver com o south by southwest mas ouçam o album da tracey thorn que bem vale a pena

Tiago disse...

Excelente ambiente e muitos bons concertos que deve haver aí,pelo que se percebe.Aquela imagem da Beth Ditto é digamos... assustadora,mas vale a voz.
Gostava de ouvir o vosso comentário ás actuações dos The Dears e Midlake.

Bom trabalho! :)

Anónimo disse...

i like big girls!

Jon Snow disse...

The Gossip entrou directamente para o meu top 5 de piores coisas que já ouvi.
Não é mau, é BEM pior que mau.
E primam pela originalidade e tudo, sim senhor.

E quanto aquela foto... Céus, que bardajona.

Prometeu disse...

Some girls are (much) bigger than others...

Extravaganza disse...

Jon Snow, bardajona? Acho que ela, apesar de ser pró gorda está-se bem a borrifar para pessoas preconceituosas e limitadas...

(Não imaginei que o fosses)

E sim, some girls are bigger than other... but still they are girls

(e sim, sou pró gordo)

Prometeu disse...

Pela minha parte, limitei-me a citar o grande Morrissey, sem juízos de valor estético. Cá para mim cada um(a) é livre de ter o peso que muito bem entende.

Extravaganza disse...

(Prometeu, é sempre um prazer ler-te, até porque considero-te uma das pessoas mais sensatas e ponderadas das que comentam aqui, a par com o Strange Quarke)

Queria perguntar à Radar, ou a alguém que saiba, o que deu ontem antes de PJ Harvey, por voltas de 11.27h. Obrigado

Quanto às crónicas Souteanas: Muito bom, Pedro e Tiago! Bons concertos!

Gigi disse...

Os meus parabéns.
Tenho acompanhado as reportagens e tenho adorado os vossos comentários!!!
Contem-nos tudo!! Naõ escondam nada!!!
Bjs

curse of millhaven disse...

infelizmente não tenho acompanhado tanto quanto queria as reportagens ao festival, vou tentar acompanhar o especial esta tarde.
é optimo a radar fazer a cobertura a um festival tão importante!

Jon Snow disse...

Oh Extra, até parece que não me conheces...
O meu comentário não tem nada a ver com os quilitos a mais que a jovem tem, mas sim com a falta de amor próprio revelado pela atitude relatada no post.
Lamento, mas se vou ver um concerto, quero musiquinha da boa. Nada de strips.
Nem que fosse uma gaja toda boa.

Tiago disse...

Já agora,enquanto não chegam novidades do dia de ontem,podem ir ao videoblog do David Fonseca,tem lá algumas amostras de concertos e do ambiente por lá.

http://davidfonseca.blogs.sapo.pt/

xoper disse...

Para ver um pouco mais da Beth neste momento:

http://www.youtube.com/watch?v=01jKYVvK1CU